sexta-feira, fevereiro 09, 2007

Um bolo que quase foi pro brejo...



Uma das primeiras receitas que me arrisquei a fazer, quando descobri o mundo dos blogs culinários, foi esse maravilhoso Bolo de Flocos da Eliana. Era uma data especial aqui em casa, e queríamos comemorar em grande estilo. As meninas tinham visto o bolo no blog e não tiveram dúvidas de elegê-lo como o que enfeitaria nossa comemoração. Munida da receita e de duas ajudantes, pusemos mãos-à-obra. Enquanto duas de nós fazíamos a massa do bolo, a outra cuidava de transformar as barras de chocolate em lascas, que entrariam no recheio e também na cobertura. Bolo no forno, partimos para o delicioso recheio de flocos que, aparentemente, não apresentaria nenhuma dificuldade: era bater um chantilly e depois misturar as lascas de chocolate. Na verdade, a confecção do recheio foi mesmo moleza; a etapa seguinte seria tirar o bolo do forno, parti-lo em dois (eu fiz a massa numa fôrma retangular e o bolo teria apenas dois "andares"), molhar a massa com guaraná (esqueci!) para, então, recheá-lo. E foi aí que a porca torceu o rabo!!!

Aqui sou obrigada a um mea-culpa: deveria ter sido óbvio pra mim que eu só poderia rechear o bolo depois que este esfriasse, pois o recheio era o delicado creme de flocos (chantilly + lascas de chocolate) que, se em contato com a massa quente, c-l-a-r-o, derreteria!!! Pois é, deveria, mas não foi! A burralda aqui, mal o bolo saiu do forno, lindo maravilhoso, tratou de recheá-lo com uma farta quantidade de recheio, colocando, em seguida, a outra metade do bolo , que iria receber a cobertura. Resultado: o calor da massa começou a derreter o recheio de flocos, tanto o chantilly quanto as lascas de chocolate, fazendo com que a parte de cima do bolo começasse a rachar perigosamente!!! Pânico total na cozinha!!! Cozinheira chefe e ajudantes absolutamente atarantadas!!! E agora??!! O que fazer??!!

Nessas horas eu fico meio atada, tomada por um misto de ódio pela burrice cometida com um total desespero pela possibilidade de perder a receita. Mas, quando tudo já parecia perdido mesmo, e com a ajuda e apoio totais e irrestritos de minhas ajudantes, resolvi tirar a parte de cima do bolo, raspar o recheio e levá-lo ao freezer, não para que voltasse a ser aquele creme macio e lindo, mas para que, pelo menos, parasse de derreter e pudesse ser colocado de volta no bolo, depois que este esfriasse. Assim fizemos e nos viramos para ajeitar a parte superior do bolo, que havia rachado. Como a cobertura era uma calda de chocolate que endureceria rapidamente, achamos que o quase desastre ainda poderia ter salvação, e a rachadura ser disfarçada um pouco.

Bem, no frigir dos ovos, o bolo foi uma sensação! Embora esteticamente tenha ficado longe do que, na certa, deveria, todos os componentes estavam deliciosos!!! A família inteira comeu e se regalou! Marido aprovou, o que pra mim é importantíssimo, já que ele é um "cliente" de paladar deveras exigente, e a quem, claro, quero sempre satisfazer!! As meninas e eu demos boas risadas nos lembrando dos momentos de terror passados na cozinha e comemoramos mesmo em grande estilo a nossa data pra lá de importante!!!

Desde então, uma de minhas filhas, tem insistido pra eu fazer o post sobre o acontecido, mas eu, juro, estava relutante: além da foto não ter ficado lá grandes coisa - e nem teria como, hohoho - passar esse atestado de monguice ainda me irritava mais do que divertia. Digerida a irritação, "taqui" o post, com foto e tudo.

Bolo de Flocos
(Eliana Scaramal)

Pão de ló
6 ovos
220 g de farinha de trigo
30 g de chocolate em pó
250 g de açúcar
250 de manteiga sem sal
1 colher (sopa) de fermento em pó
Guaraná para molhar o bolo

Na vasilha da batedeira, coloque o açúcar, as gemas e a manteiga bata até obter um creme esbranquiçado, acrescente a farinha o chocolate e bata mais um pouco. Desligue a bateideira e acrescente o fermento em pó e as claras em neve, coloque em uma assadeira untada e forrada com papel manteiga . Leve ao forno preaquecido a 200 graus, por 10 à 15 min faça o teste do palito. Eu usei guaraná pra molhar o bolo.

Recheio
500 ml de creme de leite fresco
3 colheres (sopa) de açúcar
250 g de lascas de chocolate meio amargo

Bata o creme de leite em ponto chantilly firme usando o açúcar, depois junte as lascas de chocolate e misture delicadamente.

Cobertura do bolo
115 g de manteiga
280 g de chocolate meio amargo

Junte os ingredientes numa tigela e derreta em banho-maria. Misture bem e empregue em seguida pois a cobertura seca rapidamente e endurece. 1 receita e meia cobre bem um bolo de 25 cm (com aprox. 8 cm de altura)
________________________________________
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

Se for fazer numa fôrma retangular, usar a de tamanho médio.
Depois que o bolo sair do forno, esperar um pouco, cortar e colocar no prato. Molhar com o guaraná.
Atenção: deixar o bolo esfriar antes de colocar o recheio. Isso é muito importante, pois do contrário, o recheio derreterá.
Depois de recheado, cobrir com a segunda parte do bolo, que também deverá estar fria!


Eliana, querida, teu bolo, além de delicioso me ensinou uma lição da qual jamais me esquecerei: antes de recheios macios e "derretíveis" urge que se espere a massa do bolo esfriar totalmente!!!

16 Comments:

Blogger lunalestrie said...

Ana, ri muito da sua postagem, que bom que no final deu tudo certo, isso acontece com todo mundo, eu mesma nunca consegui fazer um bolo de aniversário que fosse apresentável. Mas como geralmente as cobaias são pessoas queridas, elas perdoam (rs). Beijos!

11:56 AM  
Blogger Eliana Scaramal said...

Ana minha amiga eu ri muito com seu post, e peço desculpa por não ter atentado ao fato de colocar na minha receita que precisaria esperar o bolo esfriar pra depois colocar o recheio. :( Mas fiquei feliz por demais que suas princesinhas aprovaram. Lembra da minha historia com o bolo que acabou levando o nome de MELECA MAMI, menina a vida tem dessas coisas. bjim!

12:56 PM  
Blogger Márcia said...

kkkkkkkkkkkkk
Estou rindo até agora, Ana, pois imagino a cena do desespero! Mas relaxe, que não é demérito nenhum fazer cacas nas receitas, todas nós fazemos sempre!!!
O que importa é que no final o bolo tava gostosão, e vamos combinar que visualmente ele não ficou esse horror que vc falou não, hein?
Bejos!

3:18 PM  
Anonymous Ana said...

ah mae, pelo menos ficou bom!
pode até fazer de novo q eu nao me importo nao! rs

até q em fim vc fez o post né? achei q vc nem ia fazer mais! ah e pode parar q o nosso bolo ficou lindo :D

bjo

3:35 PM  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

8:46 AM  
Anonymous Anônimo said...

oi mae,

aqui nao liga para os erros ortograficos nao e as letras que ficaram faltando

bjooo

julia

8:49 AM  
Anonymous Anônimo said...

mae,

o bolo ficou muito bom mesmo a gente fazendo algumas coisas erradas como colocar a massa do bolo encima do recheio(haha)mais ficou muito bom e como a ana disse vc pode fazer outro que eu tambem nao me importo nao ta?rs mais o único ruim do bolo é que ele ENGORDAAAAA!!!!!!Mais mae valeu a pena ter enfrentado e se arriscado para fazer o bolo pq ele e muito bom e podemos fazer de novo no meu aniversário o q q vc acha?? so que menor ne??
pq so vao vir aqui pra casa 2 amigas minhas mais vc a ana a duda o meu pai e camila, entao nao vai precisar ser um bolo muito grande nao mais pode ser do amanho do outro bolo e, se a gente for fazer a minha festa de aniversário no boliche, aí vai ter que fazer um bolo enormeeee pq eu vou convidar 33 pessoas e mais algumas!!
rs

mae agora tenho que ir me arrumar e mandar o meu email ta??

bjaooooooooooo

julia

9:02 AM  
Blogger ana said...

Juju, minha lindona,

mãe revisora é fogo, né? amei seu comentário, mas foi mais forte que eu. tive que editar só os errinhos mais "erradinhos", tá??

agora que você começou, quero vê-la sempre aqui comentando, viu???

beijo enooorrrmeeee procê,
mama

9:06 AM  
Blogger fezoca said...

Ana, acho que todo mundo faz desses errinhos super perdoaveis. O que importa eh que o bolo ficou BOM, todo mundo comeu e elogiou, neh? Estou fissurada com essa ideia de recheio de sorvete de flocos da Eliana. Que maravilha que deve ser! beijao.

3:10 PM  
Blogger Patricia Scarpin said...

Ana,

Estou atrasada mas não podia deixar de comentar. Ri tanto do teu post, da sua sinceridade toda!

Fazer lambança na cozinha é normal e parte do aprendizado - e o que interessa é que ficou gostoso e todos adoraram!

Vou deixar uma dica aqui - NUNCA corte um bolo quente nem morno. Ao fazer isso, vc mudará a textura da massa, pois ela vai ficar amassada onde vc passar a faca ou a linha. Espere sempre, sempre, sempre esfriar completamente. Mesmo se o recheio não for "derretível", como vc disse. ;)

Adoro fazer bolos e se precisar de alguma coisa é só avisar!

Beijo!

11:58 AM  
Blogger bia said...

adorei a historia, ri muito, tb ja passei por coisas parecidas ! bjs

7:20 AM  
Anonymous Anônimo said...

Nossa, ri muito com este post, pois já fiz isto. Foi no aiversário de 1 ano da minha filha, mas a besteria foi a seguinte: a esperta aqui comprou chantily daqueles que vêm em spray pra comer com sorvete, salada de frutas, etc. e achou que era a mesma coisa. Era pra colocar o creme e depois raspas de chocolate branco por cima, ficou lindo, mas em 5 min o creme derreteu todo.
Mas gostoso estava e a familia aprovou. Mas isso já faz 10 anos, já aprendi umas coisinhas....hehe

Adorei seu blog

Andréa melo

3:21 PM  
Blogger Nogueirajcs said...

hihihi

Um dia estava eu a fazer uma torta de cenoura ... Estava a arrefecer um pouquinho em cima da mesa c o papel vegetal qd.... quatro patas em cima de um dos gatos... buracos ... q raiva. Então cortei em quadrados, coloquei num prato de bolos e fiz um creme de chocolate e reguei o bolo com ele. Ficou diferente e muito divertido. Além do mais fez furor pois era para um aniversário. Ahhhh e coloquei as velas claro.

;)

9:12 AM  
Anonymous tuca said...

comprei um saco de biscoitos especiais carissimos folhados. uma caixa de morango, creme de leite fresco e fiz um chantily maravilhoso. fiz camadas com biscoito, chantily e calda de morangos e morangos... uma delicia ... e... COLOQUEI NO FORRRNOOOO!!! BURRA! IDIOTA! QUE RAIVA! simplesmente coloquei no forno.
Moral da historia: aquele nao era o melhro dia..rsrs

bjs

10:02 PM  
Anonymous Helô said...

Explica pra amiga tapada como é que se molha o pão-de-ló com guaraná - é pra pincelar, é pra embeber, é pra espargir???
Adorei a trapalhada! Também faço as minhas, sendo que a mais leve (e recorrente) é esquecer de colocar sal no arroz. Outro dia esqueci de colocar açúcar na mousse de chocolate, mas todos adoraram, vai entender.
Beijos
Helô

10:34 PM  
Blogger Mamão com açucar said...

uem nunca cometeu estes lapsos que atire a primeira pedra, quando isto acontece comigo uso a seguinte frase: Nem tudo que é bonito é gostoso e nem tudo que é feio é ruím, já fiz tantos bolos feios e gostosos que até já perdi a conta, mas que ficaram gostosos ah, isso ficaram.
Parabéns pelo blog, pelo bolo e por me fazer rir...
Fernanda
http://mamaocomacucar.sampasite.com

9:21 PM  

Postar um comentário

<< Home